Translate

Eu Desafio Você!: Corações

 Olá pessoal!! Hoje eu vim aqui apresentar pra vocês mais um post do projeto "Eu desafio você!", e como esse mês está repleto de vibe romântica, a Vi me desafiou a tirar fotos de corações.
 O "Eu desafio você!" é um projeto de desafios que eu e a Vitória do blog Cheiro de Pipoca participamos todos os meses, cada mês tem um tema diferente que é escolhido por uma de nós duas e postamos algumas fotos relacionada ao desafio aqui. Se quiser ver o post da Vitória é só Clicar Aqui.
Se liga nas fotos a seguir:



 Esse livro é o Paris x New York, ele é um livro feito só de imagens comparando os dois lugares. Muito fofo!

 Eu fiz (tentei rsrs) esse coração com livros para aproveitar e dar dicas de livros que contam histórias de amor.

1- Quem é Você Alasca?: Miles Halter é um adolescente fissurado em célebres últimas palavras - e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai pra uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. (inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".

2- Cidades de Papel: Na minha opinião, todo mundo tem seu milagre. Por exemplo, muito provavelmente nunca vou ser atingido por um raio, nem ganhar um prêmio nobel, nem ter câncer terminal no ouvido. Mas, se você levar em conta todos os eventos improváveis, é possível que pelo menos um deles vá acontecer a cada um de nós. Eu podia ter presenciado uma chuva de sapos. Poderia ter me casado com a rainha da Inglaterra ou sobrevivido meses à deriva no mar. Mas meu milagre foi o seguinte: de todas as casas em todos os condados da Flórida, eu era o vizinho de Margo Roth Spiegelman.

3- A Culpa é Das Estrelas: Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante - o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos -, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel chama Augusto Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio de Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

4- A Menina que Colecionava Borboletas: Estou prestes a completar 20 anos de idade, não sei se isso é muito ou pouco pra você. O fato é que ter que começar a enfiar o número 2 ali na frente em todas as fichas de cadastro me fez pensar na vida (como se eu não fizesse isso o tempo todo).
 Tenho orgulho de dizer que superei aquela antiga vontade de impressionar as pessoas, então realmente não é um problema admitir que não conheço algo, sejam músicas, autores, lugares, filmes, etc. Depois de certo tempo, a gente finamente entende que culto mesmo é quem não tem vergonha de reconhecer suas limitações e, claro, tem vontade de sobra para superá-las diariamente.
 Junto com as conquistas, vieram inúmeras responsabilidades. Eu não sou a melhor escritora ou blogueira que conheço, também não sou uma amiga perfeita, e minha vida amorosa é uma bagunça na maior parte do tempo, mas me contento com a certeza de qu tenho dado o meu melhor.
 Estar no comando da própria vida é uma das melhores sensações que o ser humano consegue experimentar. A melhor, até onde sei, ainda é o amor. Viver as duas coisas ao mesmo tempo não é tão simples quanto parece, como descrevem nos filmes e nos livros. É raro. Muito raro. Nossa sorte é que tentar também é divertido. Não sei você, mas eu adoro me apaixonar. Pena que acontece só uma ou duas vezes por ano.

5- Eleanor e Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e , acima de tudo , geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendentes de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e "grande" (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família.
 Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure Smiths.
 Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.
 Este livro irá levá-lo de volta aos dias de frio na barriga, quando achava que todo o peso do amor e da paixão que sentia iria sufocar você, e quando apenas um segurar de mãos era suficiente para fazê-lo andar nas nuvens.

6- Dias Perfeitos: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha em tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências.
 Obcecada por Clarice, Téo quer dessecar a rebeldia daquela menina . Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema. Passando por cenários oníricos, que incluem um chalé em Ilha Grande, o casal estabelece, uma rotina insólita, repleta de tortura psicológica e sordidez.
 O efeito é perturbador. Téo fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica as suas atitudes com uma lógica implacável.

 Já passou o dia dos namorados, mas eu decidi fazer algo pra não passar em branco. Se você e seu namorado gostam de ler, esses livros são ótimas leituras. Se você não tem namorado também vai curtir, pode apostar.
 Já leu algum desses livros? Gostou? Quer que eu faça resenha de algum deles? Deixa seu comentário que eu quero saber.
Um Beijo de Sofia Campos!!
(as imagens acima são de minha autoria, se utilizá-las dê os devidos créditos)
Compartilhar Google Plus

Autor Sofia Campos

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

2 comentários :

  1. Cidades de Papel e A Culpa é das Estrelas é tão AWN *-*
    Estou louca para ler A Menina que Colecionava Borboletas!

    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom esse livro Vitória, as experiências que a Bru conta nele são bem legais!

      Excluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial